Justiça incomum

Diego, torcedor Xavante, comemorava a vitória em Santo André em 2011. Foto: Gabriel Uchida

Nós Xavantes andamos meio calejados. É muita porrada no torcedor. Tudo que pode dar errado dentro das quatro linhas, dá. As perdas inesquecíveis machucam o torcedor.

Mas na tarde do dia 09 de maio de 2012 aconteceu algo incomum. Alguém olhou por nós. A justiça.

Nós Xavantes tivemos a grande notícia que o recurso interposto pelo departamento jurídico do G.E.Brasil na justiça comum tinha sido acatado pelo Desembargador José Aquino Flores de Camargo. Os homens da lei nos mandaram de volta para a Série C do Campeonato Brasileiro de futebol.

A desconfiança ainda predomina entre muitos Xavantes. Será mesmo que voltamos? Todos sempre querem nos derrubar. Os entendidos dizem que dificilmente a CBF recorrerá, que no mérito eles não vencem mais, só um canetaço para nos tirarem a vaga. Os leigos, como eu, não entendem bolhufas e apenas comemoram. Até que um dia alguém nos deu ouvidos. Para o time da negrada, do pepino, os marginais. Não era possível que um vitória épica como foi aquela em Santo André tivesse sido anulada.

A CBF tem até segunda-feira para colocar o G.E.Brasil entre os 20 clubes da Série C. Que se vire.  Senão serão 100 mil reais por dia no nosso bolso.

A justiça comum fez algo incomum, deu razão a nós Xavantes. Temos que abraçar essa decisão com toda a garra e entusiasmo que nos é característico. Apoiar esse clube ao extremo. É a nossa grande oportunidade. Grande e justa.

Como gostamos de dizer: “Vamos com tudo!”.

No link a seguir você pode compreender um pouco melhor o que aconteceu: http://www.tjrs.jus.br/site/imprensa/noticias/?idNoticia=179275

José Aquino Flôres de Camargo









Nossos parceiros

?>