Sem tempo para sofrer

Tivemos na última quinta-feira uma noite para ser esquecida, se possível fosse. Mas não é. Para nós torcedores Xavantes foi dolorido demais perder para eles na Baixada. Nem tanto pelo resultado em si, mas pela enorme confiança que temos nesse elenco. Confiança essa que não pode ser abalada. Eles conseguiram o que sempre quiseram, nos vencer. Nós queremos muito mais, nós queremos as vagas nas competições nacionais. Nossos objetivos como clube e torcida são esses, um calendário cheio o ano todo. Para isso temos que tentar apagar a noite da última quinta-feira e focar no jogo com o Internacional nessa segunda-feira.

Daquela noite de quinta-feira que fique o sentimento de vergonha para os jogadores. Que eles vejam que não são imbatíveis e precisam trabalhar cada vez mais. Que a direção veja que reforços são necessários para qualificar o bom elenco que possuímos. Nós, torcedores Xavantes, temos apenas que aguentar a corneta do lado amarelo e seguir a vida. Temos muita coisa por conquistar ainda esse ano e temos time para isso. Possivelmente teremos mais três clássicos pela frente e teremos a oportunidade da revanche. Nessa hora é preciso trabalhar mais do que nunca e a torcida ter cabeça fria.

Fica aqui o repúdio ao ato feito por um abobado que agrediu o bandeira antes do final da partida. Há quem tente entender o que ele fez. Mas não tem explicação. Ta revoltado com a derrota? Vai pra casa e extravasa. É má índole e deve pagar por isso. Agora não adianta dizer que está arrependido. Esse tipo de “torcedor” tem que ser proibido de pisar na Baixada. Agora é rezar pela boa vontade em um possível julgamento. Boa vontade, aliás, que eles nunca tiveram conosco em julgamentos.

Mas chega de mimimi e vamos em frente. Não temos tempo para sofrer.









Nossos parceiros

?>