Sou exibido, sim!

Neste último domingo, dia 31 de agosto de 2014, em Palhoça/SC, o GEB realizou mais uma apresentação em alto estilo – o GEB não joga, apresenta-se – para o delírio e alegria de sua grande e fiel Torcida Xavante. Até aqui, foram quatro vitórias em cinco apresentações. Um aproveitamento de 80%. Não é melzinho na chupeta. É possível que muito secador de alma pequena, sofrida e aflita, esteja próximo de cortar os pulsos com uma lâmina de barbear cega. Muita calma nesta hora. É assim mesmo. É só o Xavante passando. Por favor, abram caminho e apreciem. Tem que olhar, para aprender… Certo, agora, pode aplaudir.

 

Acho que existem poucas torcidas tão abençoadas como a Torcida Xavante. Sé é que existe alguma outra com tal dádiva. Só uma bênção divina explica que mais de 250 pessoas viajem 1000, 1500Km, juntando-se a outras centenas da região, para assistirem a uma partida de futebol. É certo que estamos falando de algo um pouco além do que uma simples partida de futebol. Na realidade, trata-se de uma apresentação do GEB. Mesmo assim, é muita estrada. Foram aproximadamente 24 horas de viagem para menos de 2 horas de show. Fico imaginando o que nos leva a isto. Eu questiono e eu mesmo respondo.

 

Diferentemente das torcidas organizadas de outros clubes, a Torcida Xavante, como um todo, não possui nenhuma relação com a diretoria ou conselho do clube, ou com qualquer de seus membros, e nem recebe apoio financeiro. Pelo contrário, somos afrontados, esfolados, aviltados, usurpados, com ingressos com valor de R$ 50,00. Isto mesmo, cinquenta reais! Mas não tem nada não. O Trem Pagador prometeu e cumpriu. A diretoria do Guarani pode agora pagar o que deve aos seus credores. Fizemos a nossa parte. Que façam a deles.

 

O Trem Pagador prometeu e cumpriu. A diretoria do Guarani pode agora pagar o que deve aos seus credores

 

Mas, afinal, qual a razão deste esforço e dedicação para acompanhar o Xavante? Onde está a bênção? Simples, não somos plateia, fazemos parte do elenco. Fazemos parte do show. Não existe apresentação do GEB sem a presença e atuação da Torcida Xavante. O GEB não se apresenta sozinho. Tamo junto, mano! São os guerreiros em campo e o povão nas arquibancadas.

 

Negros, brancos, amarelos, vermelhos, crianças, jovens, velhos, homens e mulheres, todos lá, juntos, colorindo e enchendo o mundo de felicidade. Luta, esforço e dedicação no campo; incentivo, força e alegria nas arquibancadas. Show lá, show cá. Simbiose, parceria, comprometimento. E dê-lhe batucada. “Quero gritar campeão!”. Ter uma oportunidade destas, é ou não uma bênção? Quer bênção maior do que a de ter nascido Xavante?

 

Sou exibido? Claro que sim. Sou Xavante, estou feliz. O show Xavante é um sucesso de público e renda. Logo nos convidam para irmos nos apresentar na Broadway ou quem sabe até em Londres. Que maravilha! Durma-se com um barulho destes. Que mandou não segurarem. Agora que aguentem. Não vão chorar, ou melhor, chorem, sim. Podem chorar porque a dor deve estar sendo imensa. Dor de inveja é insuportável. Que fase!

Abs


Ivan Schuster
Onda Xavante

 

 









Comentar

Nossos parceiros

?>