Ficou tudo para o Caldeirão

Xavante empata no Mato Grosso e joga por vitória simples no Bento Freitas no sábado

vs_operario001

Nena quase marcou no início da partida. Foto: Carlos Insaurriaga

No forte calor de Cuiabá, o Brasil empatou com o Operário em 0 a 0 onde os dois times criaram várias chances de gols durante a partida. Logo no início do jogo o centroavante Nena perdeu um gol cara a cara com o goleiro Igor do Operário, o camisa 9 Xavante chutou por cima do gol. A resposta veio em seguida onde o Operário perdeu um gol sem goleiro. Na segunda etapa o Brasil conseguiu colocar a bola no chão e criou mais chances de gol. Em cobrança de falta Rafael Forster deu uma paulada no travessão. A bola carimbou a trave e bateu em cima da linha do gol. No rebote Nena cabeceou para fora. Mas a chance mais clara foi com Chicão que chutou colocado tirando do goleiro mas o zagueiro Odail Júnior tirou em cima da linha. No minuto final o Operário teve uma chance em cobrança de falta mas Eduardo Martini, destaque da partida, fez grande defesa.

Com o empate no Mato Grosso, o Brasil joga por uma vitória simples no Bento Freitas no próxima sábado, às 20 horas, para avançar às quartas de finais. Os ingressos custarão R$30,00 até quinta-feira e depois passam para R$50,00. Não tem desculpa, é Baixada lotada! É jogo decisivo e uma vitória simples nos deixará há dois jogos da Série C.

Essa vai ser a semana mais longa do ano, sem dúvida. Mas é tempo para treinar e ajustar os desfalques de Ricardo Schneider, Rafael Forster e Felipe Garcia que levaram o terceiro cartão amarelo. Vamos com tudo. Falta pouco.

FICHA TÉCNICA

Operário: Igor; Jackson Silva, Odail Júnior, Wadson e Wanderson; Jamba (Calado), Jean, Renan e Jackson; Laionel e Geílson (Roni) (Pretinho). Treinador: Eduardo Henrique.
G.E.Brasil: Eduardo Martini; Raulen, Cirilo, Ricardo Schneider e Rafael Forster; Leandro Leite, Washington, Márcio Hahn (Chicão) e Felipe Garcia (Gustavo Papa); Alex Amado (Éder) e Nena. Treinador: Rogério Zimmermann.
Local: Estádio Presidente Eurico Gaspar Dutra, em Cuiabá-MT.
Arbitragem: Igor Junio Benevenuto, auxiliado por Marcus Vinícius Gomes e Frederico Soares Vilarinho.
Cartões amarelo: Eduardo Martini, Ricardo Schneider, Felipe Garcia, Rafael Forster, Éder e Leandro Leite (Brasil), Jackson Silva, Jean, Jamba e Renan (Operário).
Cartão vermelho: Wadson (Operário).

ÁUDIOS
*capturados da Rádio Universidade AM









Comentar

Nossos parceiros

?>