Jogamos como nunca, vencemos como sempre

Xavante vence o Brasiliense de virada e está há um empate da Série C

vs_brasiliense001

Cirilo marcou o gol de empate. Foto: Ítalo Santos

A invencibilidade deles se foi pras cucuias. Na Baixada ninguém ganha do Brasil. E assim foi essa noite inesquecível de futebol no Bento Freitas. O Brasil venceu o Brasiliense, de virada, por 2 a 1 na primeira partida das quartas de finais do Campeonato Brasileiro da Série D. Foi um bom jogo de futebol. O time do Brasiliense com ótimo toque de bola, porém com pouca objetividade nos seus ataques e o Brasil muito aguerrido após ficar atrás no placar. O gol do Brasiliense foi um achado. Apesar de estarem bem na partida, o gol foi em uma cobrança de falta em que a bola cruzou toda a área do Brasil e entrou direto, sem tocar em ninguém e enganando Eduardo Martini. Fora isso, eles não fizeram mais nada na primeira etapa. Já o Brasil criou algumas oportunidades de gols que pararam no goleiro Edson.

Já na segunda etapa, o jogo foi todo do Brasil. Zimmermann fez duas modificações no intervalo. Chicão entrou no lugar de Raulen e Felipe Garcia no lugar de Zotti.  Mas antes da virada, Fernando Cardoso quase matou metade do estádio do coração em uma bola em que ele foi cortar e chutou na trave do Eduardo Martini. E essa foi uma das poucas vezes que o time do Brasiliense chegou com perigo. O Brasil tomava conta do jogo e os gols vieram. Primeiro Chicão cobrou falta na área e Cirilo, sempre ele, o Cirilão, raspou de cabeça e empatou a partida. Minutos depois Rafael Forster cruzou da direita e Fernando Cardoso cabeceou para trás e virou a partida. Mesmo com a virada, o Brasil ainda criou outras chances de gols mas o placar termin0u assim mesmo, 2 a 1 para o Brasil.

O que parecia ser uma noite de drama na Baixada, foi de imensa alegria. Agora vamos com tudo para Brasília. Qualquer empate dará a classificação ao Brasil. Sabemos que a principal virtude do nosso time é o jogo defensivo. Temos a segunda melhor defesa da competição. Isso jogará a nosso favor em Brasília. Não é fácil fazer gol no Brasil. Ao final da partida, o treinador do Brasiliense reclamou do juiz, do fato do jogo ser a noite, do campo ser pequeno, etc… aquele papinho de perdedor. Foi-se a invencibilidade deles. Aceitem que dói menos. Alguns jogadores deles ainda falaram que o Brasil é time pequeno, que vão reverter com facilidade em Brasília. Mal sabem o que os espera. Irão conhecer as garras da chuteira do nosso capitão, as quais foram poupados hoje.

Vamos invadir a capital. Certamente teremos mais de 200 Xavantes na capital federal.

Agora falta pouco, apenas 90 minutos para subirmos para a Série C, lugar que nos foi tirado na mutreta. Vamos subir no campo e mostrar a força desse clube. Pra cima deles Brasil!

FICHA TÉCNICA

G.E.Brasil: Eduardo Martini; Raulen (Chicão), Cirilo, Fernando Cardozo e Rafael Foster; Nunes, Washington e Márcio Hahn (Ricardo Schneider); Zotti (Felipe Garcia); Alex Amado e Nena. Técnico: Rogério Zimmerman.
Brasiliense: Edson; Dedê, Fábio Braz, Felipe e Kaká; Douglas e Baiano; Luquinhas (Romarinho), Rodrigo (Gilmar) e Zé Roberto (Ederson); Claudecir. Técnico: Marcos Soares.
Local: estádio Bento Freitas, em Pelotas.
Data: 12/10/2014.
Horário: 20h.
Arbitragem: Pablo dos Santos Alves, auxiliado por Fabiano da Silva Ramires e Angelo Rudimar Bechi.
Cartões amarelos: Raulen, Chicão, Cirilo, Nunes, Alex Amado e Rafael Foster (Brasil); Edson, Kaká, Baiano, Rodrigo, Claudecir e Douglas (Brasiliense).
Gols: Cirilo aos 19′ e Fernando Cardozo aos 29′ do 2º tempo (Brasil); Rodrigo aos 13′ do 1º tempo (Brasiliense).

VÍDEOS

Compacto Blog Xavante

Os gols do Brasil – Imagens Brasiliense TV e áudios Rádio Pelotense AM

Os gols – Imagens da Assessoria de Imprensa GEB

Melhores Momentos – Brasiliense TV

Recepção aos jogadores – Áudio Rádio Pelotense AM

ÁUDIOS
*capturados da Rádio Pelotense AM

 









Comentar

Nossos parceiros

?>