A BM perdeu? | Ivan Schuster

Venho aqui neste espaço, gentilmente concedido pelos mantenedores do Blog Xavante – aliás, duvido outro clube do RS que tenha um blog mantido por torcedores tão ativo e com tamanha qualidade e diversidade – abrir o meu coração e contar-lhes o que se assucede com este que vos escreve. Tenho vivido uma situação muito estranha com a minha visão. Até médico procurei e não obtive uma resposta. Estou preocupado, embora a sensação não seja ruim. Vou contar-lhes: já faz um tempo que não consigo ver ninguém na minha frente e nem nos lados. As únicas imagens que visualizo estão atrás. E bem atrás. Espero que não cure. Que loucura!

Embora não seja simpatizante do pensamento político do prefeito de Pelotas, vou deixar aqui uma sugestão a ser implementada na rede municipal de escolas que considero indispensável ao crescimento e desenvolvimento saudável da maior parte da população pelotense: instituir a brincadeira de “Siga o líder” em todos os níveis do ensino infantil e até, por que não, do fundamental. É importante que as crianças Xavantes acostumem-se com esta realidade desde cedo. Funcionaria assim: as crianças Xavantes vão na frente mostrando o caminho a ser seguido, enquanto as não Xavante vão atrás imitando tudo e chorando. Como o número de crianças não Xavantes é muito pequeno na cidade, a PMP poderia fazer um convênio com crianças da região, Rio Grande, Bagé, Santa Maria, para trazerem as suas crianças para olharem e aprenderem… Chora!

A vitória em cima do Portoalegrense ainda retumba no peito. Não é todo dia. Aliás, nem todo ano, década,… Ganhar de um dos poderosos de Porto Alegre, na casa deles, ainda que alugada e mesmo que a situação atual seja vexatória, não é algo para se entender como normal e sem importância. Foi magistral, sim. E eles sabem disto.

Já vi e ouvi os vídeos e gravações expostas no Blog Xavante umas 42.736,85 vezes. Passei o dia de ontem atrás dos noticiários esportivos nas TV’s, blogs, Twitter e tudo mais. Claro que com o passar do tempo, até porque os grandes perderam, e de forma categórica, o assunto foi esfriando. No dia de hoje pouco se encontra de repercussão sobre a apresentação Xavante. Vou ficando com aquela sensação de abandono. Queria que fizessem vários e diversos programas exclusivos para analisar e comentar a atuação Xavante, do time e da Torcida, tamanha alegria e orgulho que fiquei.

Mas a vida segue. Não há mal que sempre dure e nem bem que não se acabe. Seguir é preciso. Já neste próximo sábado, conhecido mundialmente como dia 14 de fevereiro de 2015, teremos outra apresentação longe do Templo Sagrado. Iremos enfrentar mais um time de empresários, sem apelo e recheados de jogadores de nome e renome. Time forte. Não será melzinho na chupeta. Teremos mais uma apresentação emblemática. Uma vitória seria tudibão. Me satisfaço com um empatezinho.

Como sempre, o “Trem Pagador”, “A Maior e Mais Fiel Torcida do RS”, a Torcida Xavante, estará presente. Várias excursões partirão de Pelotas e de Porto Alegre sairá uma excursão de Trensurb. Custo? R$ 1,90. Muita chinelagem. É a nossa cara. É nóis no vagão Xavante!

O ponto lamentável é que a BM proibiu a presença de Torcedores Xavantes identificados como de torcida organizada, faixas, bandeiras, instrumentos musicais e outros elementos deste tipo. Justificativa: tiveram problemas com torcedores do Novo Hamburgo em eventos passados.

Bueno, nem sabia que o Novo Hamburgo tinha torcida, ainda mais organizada. Quantos são? 5, 6, 15, 20? E por causa desta meia dúzia de vagabundos e marginais, que provocaram inclusive a morte de um torcedor de equipe adversária, vão proibir manifestações pacíficas e festivas de toda e qualquer torcida? Lamentável. É a vitória das gangues sobre as pessoas de bem. Aliás, é a vitória destas gangues travestidas de torcidas sobre a própria BM. Deixa claro a incapacidade da BM em prover segurança, de excluir os maus elementos dos espaços esportivos. E não falo de usarem força, mas inteligência.

De resto, é isto. Estou livre, leve e solto. Que sensação boa. Tomara que dure para sempre. Sei que não será assim, por isto estou aproveitando o máximo possível. Sabe como é, alegria de pobre não dura muito.

Abs.


Ivan Schuster
Onda Xavante

 

 









Comentar

Nossos parceiros

?>