Em manhã de Nena, Brasil apenas empata

Em manhã de Nena, Brasil apenas empata

O Brasil jogou na manhã desse domingo contra o Tombense no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, e empatou em 2 a 2. O jogo foi marcado pelos dois gols do artilheiro Nena e pelo “gol” em que a bola não entrou a favor do Tombense.

O Brasil abriu o placar logo aos 5 minutos de jogo. Washington cruzou da direita e Nena colocou pra dentro. Aos 13 minutos o Tombense empatou com um gol em que a bola não entrou. Adeílson chutou para o gol e a bola bateu na trave e desviou no zagueiro Leandro Camilo. Antes da bola cruzar a linha, o zagueiro Xavante deu uma bicuda na bola e afastou o perigo, mas o bandeira Alexandre Kleiniche correu para o meio de campo com uma convicção absurda. Além da bola não ter entrado, o bandeira gaúcho estava muito mal colocado, era para estar na linha de fundo. No vídeo com os gols vocês poderão notar isso. Na segunda etapa Rogério Zimmermann tirou Soares e Cleiton e colocou Felipe Garcia e Cleverson. O time melhorou e partiu para o ataque. Mas foi em um contra ataque que veio a virada mineira, aos 33 minutos. Coutinho recebeu um belo passe de Adeílson, nas costas de Xaro, e tocou na saída do goleiro Eduardo Martini. Quando parecia que a primeira derrota com mando de jogo do Brasil estava por acontecer, Nena apareceu novamente. Aos 41 minutos Xaro cobrou um lateral na área e a bola respingou para Cleverson que errou o chute. A bola bateu em um zagueiro mineiro e sobrou para Nena que estufou as redes. O matador estava de volta. Mas sem tempo para muita coisa, o jogo acabou em 2 a 2.

A queda de rendimento do time é visível. Um pouco pela falta do papel do Amado no time, aquele atacante rápido que ainda não conseguimos encaixar com Márcio Jonatan e com Soares. E outra é que os adversários estão lutando para não cair ou para classificar, então cada jogo é uma decisão. Alguns jogadores já não estão rendendo o mesmo de rodadas atrás. Cleiton vem em uma decadência de qualidade incrível. Não acerta mais nada. Está na hora do Rogério ver essa terceira posição do meio-campo. Cleverson pode ser esse jogador porém o meia parece não ter condições físicas de jogar 45 minutos. Xaro também não vem desempenhando o mesmo futebol da primeira fase. O segundo gol do Tombense foi uma clara falha de marcação do lateral Xavante. Será que Kaká passará em branco pelo Bento Freitas? Brock seria uma opção defensiva pela esquerda? Mas temos certeza que o Rogério vai trabalhar forte com os jogadores durante a semana e ajeitará o time para o próximo jogo contra o Madureira, no Rio de Janeiro, no sábado às 11 horas.

E como é bom ver o Nena voltando a ser titular e marcando gols. Com a saída de Leandrão muito tinham dúvidas quanto ao rendimento do camisa 9 Xavante. Mas Nena é matador, é cirúrgico. Durante o primeiro tempo um torcedor questionou: “Pô, o Nena só fez e o gol e sumiu”. Amigo, o papel dele é esse, fazer gols. Como diz o o outro, “o Nena fede a gol”. Ele manja dos paranauê.

E a torcida do Brasil? Sem palavras. Quase 6.000 Xavantes estiveram em Porto Alegre. Não que duvidássemos da presença da torcida, mas com esse número realmente foi uma grata surpresa. Apoiaram e empurraram o time para o empate. Nunca duvidem da torcida do Brasil.

ÁUDIOS
*capturados da Rádio Pelotense AM

VÍDEO

Os gols da partida – GEBtv









Nossos parceiros

?>