Estreia com derrota no Gauchão 2016

Estreia com derrota no Gauchão 2016

O Xavante fez a sua estreia no Gauchão 2016 jogando em Caxias do Sul contra o Grêmio e perdeu por 3 a 1. Os gols da partida foram marcados por Cleverson para o Brasil e Luan, Everton e Pedro Rocha para o Grêmio.

O Grêmio começou a partida com uma maior posse de bola mas foi o Brasil que chegou com perigo e marcou. Em cobrança de escanteio de Xaro, a bola cruzou toda a área do tricolor e caiu no pé de Cleverson, que sozinho tocou para dentro do gol. Era tudo que o Brasil queria. A partir do gol era só fechar o time e sair no contra ataque. A tática durou até os 43 minutos do primeiro tempo, quando em jogada individual de Maicon, o meio-campo gremista passou dentro da área para Luan que tocou no canto de Eduardo Martini.

Para a segunda etapa o treinador gremista Roger Machado tirou Edinho e colocou Pedro Rocha. Foi aí que o Grêmio encaixou o seu jogo e foi para cima do Brasil. Logo aos dois minutos Luan avançou pela direita, driblou Xaro com grande facilidade e cruzou na cabeça de Everton, que ganhou no ar de Wender, e virou a partida. O treinador Rogério Zimmermann então mexeu no time. Nena, que pouco tocou na bola, deu lugar à Ramon e Cleverson saiu para a entrada de Marcos Paraná. Poucos minutos depois o Grêmio chegou novamente com Maicon. Na entrada da área o meio-campo gremista deu passe para Pedro Rocha, novamente livre dentro da área, que chutou forte na saída de Eduardo Martini.

Com o placar praticamente garantido, o Grêmio desacelerou o jogo e então o Brasil conseguiu jogar. Diogo Oliveira e Marcos Paraná tiveram mais tempo para trabalhar a bola e o Brasil chegou com perigo em duas oportunidades com Ramon e a mais clara com Wender. O lateral Xavante avançou pela direita, entrou na área, driblou o zagueiro Kadu e chutou de perna esquerda para fora. Foi ali a última chande do Brasil na partida.

Perder nunca é bom, ainda mais para nós que nos acostumamos a perder tão pouco nos últimos anos. Mas o resultado contra o Grêmio não tem nada de anormal. O time da capital está muito encaixado e não é a toa que foi o terceiro colocado no Brasileirão ano passado e vai jogar a Libertadores esse ano. Cometemos falhas defensivas que não costumamos cometer e a qualidade técnica do time gremista não perdoou. Os números da partida mostram a diferença técnica. O Grêmio teve 63% de posse de bola contra 37% do Brasil. O Grêmio trocou 445 passes, sendo apenas 43 errados. Já o Brasil trocou apenas 152 passes sendo 46 errados. Alguns torcedores Xavantes dizem que o nosso campeonato não é contra a dupla grenal, que temos que brigar com os times do interior. Mas não podemos pensar assim. Temos é que trabalhar ainda mais forte para vencermos eles. Obviamente que a qualidade técnica deles é bem superior a nossa, pois a diferença de orçamento é um abismo. Mas nós podemos vence-los sim. E assim temos que pensar.

O próximo adversário será o Cruzeiro em Gravataí na próxima quinta-feira, às 19:30h. Será jogo ao vivo do PFC. Será um jogo para o Brasil apresentar o bom futebol que esse time pode apresentar. Se fossemos brincar de treinador, mexeríamos em dois nomes no time titular. Começaríamos o jogo com Brock na lateral-esquerda e Ramon no ataque ao lado de Nena. Mas quem manda, e sabe tudo desse time, é o mestre Rogério Zimmermann. Deixamos na mão dele que estará bem cuidado.

ÁUDIOS
*capturados da Rádio Pelotense AM

VÍDEO

Melhores Momentos – RBS TV









Nossos parceiros

?>