Brasil conquista primeiro ponto no Gauchão

Na noite dessa quinta-feira o G.E.Brasil enfrentou o Cruzeiro de Porto Alegre no Estádio Vieirão, em Gravataí, e empatou em 1 a 1 em jogo válido pela segunda rodada do Gauchão 2016. Os gols da partida foram marcados por Caion para o Cruzeiro e Nena para o Brasil.

O Cruzeiro começou a partida em cima do Brasil, principalmente pelo lado esquerdo da defesa Xavante. O pesado gramado do Vieirão dificultou a vida de Teco e Xaro nos primeiros minutos. E foi logo aos onze minutos que Caion abriu o placar após cobrança de escanteio desviada no primeiro pau. O atacante cruzeirense se antecipou a Wender e marcou o gol pro time da capital. O time da casa seguiu criando situações de gol mas pouco perigosas. O Brasil tentava atacar mas sem muita coordenação, na base dos cruzamentos.

No intervalo, Rogério Zimmermann tirou Cleverson e colocou Ramon. O time voltou melhor pro segundo tempo e foi pra cima do Cruzeiro. Com jogadas agudas de Ramon pela esquerda, o Brasil foi criando várias chances de gol. Até que Felipe Garcia, lançado por Diogo Oliveira pela direita, deixou o zagueiro cruzeirense para trás e cruzou para Nena tocar para dentro. Era o empate Xavante. Melhor na partida, o Brasil seguiu em busca do gol. Em grande jogada de Diogo Oliveira, o meia lançou Nena de calcanhar, na entrada da área. O centroavante rubro-negro chutou na saída do goleiro Andrey e a bola saiu raspando a trave. Em outra jogada de Diogo Oliveira, o meia chutou de canhota na trave e no rebote Nena tentou marcar de calcanhar, mas a zaga afastou. Mesmo com tantas chances claras de gol, o placar final foi de 1 a 1.

A próxima partida do Xavante é contra o Ypiranga, em casa, na quarta-feira de cinzas. Não se sabe ainda se o jogo será no estádio Bento Freitas ou não. De novo estamos na lenga-lenga dos alvarás dos bombeiros.

O primeiro ponto já veio, em jogo fora de casa. Podíamos ter vencido, mas o segundo tempo do time já nos dá uma esperança para um futuro melhor dentro da competição. O que preocupa um pouco é a má atuação de alguns jogadores que sempre foram muito regulares e o nervosismo do treinador Xavante durante os jogos. Mas tudo ficará bem, ele sabe o que faz.

FICHA TÉCNICA

Cruzeiro: Andrey, Rodrigo Heffner (Carlão), André Ribeiro e Vladimir (Chiquinho), Tawan, Ben Hur, Reinaldo, Raymond e Thiago Alagoano, Matheus e Caion (Vinícius). Técnico: Luís Antônio Zaluar;

G.E.Brasil: Eduardo Martini, Wender, Leandro Camilo, Teco e Xaro, Leandro Leite, Washington, Moisés (Felipe Garcia) e Diogo Oliveira (Marcos Paraná), Cleverson (Ramon) e Nena. Técnico: Rogério Zimmermann;

ÁUDIOS
*capturados da Rádio Pelotense AM

VÍDEO

O gol de Nena









Attachment

Nossos parceiros

?>