Vitória com a cara do Brasil

Vitória com a cara do Brasil

Enfim veio a primeira vitória. Alívio para 80% da cidade de Pelotas. Jogando em Rio Grande o Brasil venceu o São Paulo por 2 a 1 e alcançou a sétima posição na classificação do Gauchão 2016. Os gols do Brasil foram marcados por Felipe Garcia e Gustavo Papa. Alex Goiano descontou pro time riograndino. Foi um jogo com a cara do Brasil. Pegado, com bom futebol e com final tumultuado.

Foi uma partida como se esperava, tensa e brigada. O Brasil fez um grande primeiro tempo e só não abriu o placar porque o goleiro Deivity estava em uma grande noite. Quem ditou o ritmo da partida no primeiro tempo foi o Brasil. Na segunda etapa o jogo foi mais equilibrado mas Eduardo Martini pouco trabalhou. O Brasil abriu o placar após cobrança de escanteio de Xaro onde Felipe Garcia cabeceou na trave. No rebote Ramon chutou e o goleiro Deivity defendeu, na sobra Nena chutou e a bola foi cortada pela zaga, mas na sobra, Felipe Garcia soltou o pé e marcou. Obviamente que o gol da primeira vitória teria que ser chorado. E põe chorado nisso. Eduardo Martini praticamente não aparecia no jogo, somente em bolas paradas. Nena teve a chance de marcar o segundo gol após lançamento de Felipe Garcia. O centroavante Xavante saiu cara a cara com o goleiro Deivity, tentou chutar no canto mas o goleiro defendeu. Gustavo Papa foi quem marcou o segundo gol do Brasil. O atacante tinha entrado no lugar de Nena e colocou a bola pra dentro após grande jogada de Ramon. O atacante Xavante deu um belo drible em cima do zagueiro do São Paulo e cruzou no pé de Gustavo Papa. Mas quando parecia que a vitória estava garantida, Alex Goiano pegou um rebote na entrada da área e descontou pro time de Rio Grande. A partir dali foi só fumaceira.

Gustavo Papa, que havia sido agredido por Luiz Henrique, zagueiro do São Paulo, um pouco antes do gol, perdeu uma bola quase na linha de fundo e chutou o zagueiro riograndino sem bola. Cartão vermelho para ele. Marcos Paraná, que havia entrado no lugar de Diogo Oliveira, levou um tapa e revidou com um tapão, mas acabou apenas ele sendo expulso. O São Paulo tentou impor uma pressão nos últimos minutos mas não teve sucesso.

As convicções do treinador Xavante deram certo. O time mudou somente em duas posições por conta de suspensão e contusão. O trabalho que vinha sendo feito enfim nos deu os três pontos. O Brasil foi bem melhor na partida e a vitória foi muito merecida. Voltamos a mostrar o bom futebol do ano passado. Galiardo, fazendo a função de segundo homem do meio de campo, foi um dos destaque do Brasil na partida. Desarmando e chegando firme nos adversários, com muita vontade. A vitória traz um pouco de tranquilidade para Rogério Zimmermann e para os jogadores. Agora eles terão uma semana inteira para treinar e pensar no Juventude, próximo adversário, na Baixada, no próximo domingo.

Enfim teremos uma boa noite de sono. Teremos uma semana de tranquilidade para nos prepararmos para irmos com tudo pra cima do Juventude. É o jogo perfeito para encaminharmos a classificação.

ÁUDIOS

*capturados da Rádio Pelotense AM

VÍDEOS

Os gols do Brasil – Imagens PFC e narração da Rádio Pelotense AM

 









Nossos parceiros

?>