Uma tarde inesquecível no Bento Freitas

Uma tarde inesquecível no Bento Freitas

Tivemos uma tarde histórica nesse sábado em Pelotas. O Grêmio Esportivo Brasil fez a sua estreia no Campeonato Brasileiro da Série B. Depois de muitos anos, voltamos aos grandes jogos no cenário nacional. Poucas torcidas no mundo se manteriam firmes como a nossa após tantos momentos difíceis, sejam eles no campo ou fora dele. Em certos momentos a impressão era de que jamais mudaríamos o rumo do clube. As viagens à Bagé, Marau, Cachoeira do Sul e redondezas, seriam o nosso destino eterno. Mas a torcida do Brasil sempre acreditou que o destino um dia sorriria para nós. E sorriu. Sorriu com um cidadão chamado Rogério Zimmermann. Rogério abraçou o clube e junto com toda a comissão técnica, jogadores e diretoria, levou o Brasil à Série B do Campeonato Brasileiro. Parece surreal.

O momento era de muita tensão nas arquibancadas do estádio Bento Freitas antes do apito inicial da partida. Por mais que esse elenco já tenha provado que merece confiança, o fraco campeonato gaúcho não dava tantas credenciais de uma boa Série B. Mesmo com essa pulga atrás da orelha, a torcida Xavante chegou cedo ao Bento Freitas. A famosa gelada no Zé e os churrascos feitos na rua eram a prova de que a tarde seria das boas. Os sete mil lugares disponibilizados foram tomados praticamente em sua totalidade.

Toda dúvida e incerteza sumiram junto com o pontapé inicial de jogo pois logo aos quatro minutos, em cobrança de escanteio de Wender, Felipe Garcia subiu no terceiro andar para cabecear e colocar a bola no fundo do barbante. Tudo bem que o goleiro Marcos deu uma bela colaborada. Azar o dele. Até os 25 minutos o Brasil comandava o jogo mas não chegava com tanto perigo. Do meio para o final da primeira etapa, o Paraná acertou o time em campo e começou a ter mais posse de bola. Mas quando parecia que ia pegar gosto pelo jogo, o lateral-esquerdo Rafael Carioca soltou o cotovelo no rosto de Felipe Garcia. Cartão vermelho, sem pestanejar.

Na segunda etapa o Brasil tomou conta da partida. Com Cirilo e Leandro Camilo muito firmes lá atrás, Diogo Oliveira comandou o ataque Xavante distribuindo o jogo. O segundo gol veio de uma cobrança de lateral de Wender, mas não foi com a famosa bola arremessada direto na área. Wender cobrou o lateral curto para Diogo Oliveira que levou para a linha de fundo e cruzou para trás. Ali Felipe Garcia entrava voando área a dentro e chutou de primeira, no canto direito de Marcos, sem chances de defesa. A partir daí teve até olé gritado pela torcida. Rogério colocou Nathan no lugar de Ramon e Marcão no lugar de Marcos Paraná e o time sobrou no final da partida. Depois de uma longa troca de passes, Diogo Oliveira quase marcou um belo gol, pegando de primeira na entrada da área.

Digamos que o Brasil fez um bom jogo. O Paraná pouco produziu o jogo todo. O Brasil, quando colocou a bola no chão, mandou no jogo. Mas nem tudo é perfeito. Antigos problemas apresentados no Gauchão apareceram novamente. Mas disso o nosso comandante resolve. Coloca o Wender pra treinar cruzamento e nossos volantes a trocar passes.

A partida de hoje foi a de número 200 do capitão Leandro Leite. Uma grande marca que poucos jogadores realizaram. Parabéns capitão.

A partir de agora não teremos mais folgas, tirando a parada para a Copa América. Na próxima sexta-feira, 20/05, às 19:30h, o Brasil enfrenta o Atlético-GO no Serra Dourada, em Goiânia. Agora é só jogão e tudo passando na telinha. É outro nível. Estamos nojentos.

FICHA TÉCNICA

G.E.Brasil: Eduardo Martini, Wender, Cirilo, Leandro Camilo e Marlon (Brock), Leandro Leite, Washington, Diogo Oliveira e Felipe Garcia, Marcos Paraná (Marcão) e Ramon (Nathan). Técnico: Rogério Zimmermann,
Paraná: Marcos, Diego Tavares, Pitty, João Paulo e Rafael Carioca, Jean, Uchoa, Nadson e Murilo Rangel, Lucas Otavio (Robert) e Lucio Flavio (Marcelinho). Técnico: Claudinei Oliveira.
Gols: Felipe Garcia aos 5′ 1º tempo e 24′ 2º tempo.
Cartões Amarelos: Leandro Leite, Ramon e Diogo Oliveira (GEB); João Paulo e Jean (PAR).
Cartão Vermelho: Rafael Carioca (PAR).

ÁUDIOS
*capturados da Rádio Xavante

VÍDEOS

Compacto Blog Xavante

 

Melhores Momentos – Premiere Futebol Clube

 









Nossos parceiros

?>