Xavante avassalador faz 2×0 no Paraná

Há quem se confunda que a Série B estaria apenas começando: Brasil e Paraná, dois a zero no placar a favor do rubro-negro. Mas não. Na primeira rodada do returno, a 20ª, no estádio Durival Britto, em Curitiba, o Xavante bateu o Paraná, novamente por 2 a 0, gols de Ramon e Felipe Garcia. E ainda Eduardo Martini defendeu uma penalidade.

Com o controle total do jogo, os comandados do Rogério Zimmermann não deram espaço para os donos da casa, e com o gramado encharcado devido às fortes chuvas, conquistaram a segunda vitória longe de Pelotas na Série B.

Agora, o próximo desafio no nacional será um duelo de rubro-negros. Pela 21ª rodada, na próxima terça (23), às 20h30, no estádio Bento Freitas, o Brasil enfrenta o Atlético Goianiense.

A partida começou com o gramado da Vila Capanema bastante encharcado. Uma forte chuva assolou a capital paranaense. Mas para a torcida Xavante isso não foi problema, que compareceu em grande número em Curitiba. E dentro de campo, o Brasil começou em cima. Aos 5 minutos, Diogo Oliveira avançou pela esquerda, e cruzou rasteiro para Ramon quase marcar, obrigando a zaga tricolor afastar o perigo.

A resposta dos donos da casa veio com muito risco. Aos 14, Murilo Rangel pegou rebote na meia lua da grande área, e mandou chute forte. A bola saiu triscando a trave do Brasil. Aos 16, Weldinho cobrou escanteio, Washington desviou de cabeça na primeira trave, quase mandando no ângulo.

A imposição do time Xavante deu resultado. Aos 25, Diogo Oliveira avançou novamente pela esquerda, e cruzou. Ramon, na pequena área, deu um carrinho para desviar para o fundo da rede. Brasil 1 a 0, em Curitiba.

Depois do gol, o Paraná se largou para o ataque. Mas a força defensiva dos guerreiros rubro-negros não deu espaços para os donos da casa, e o primeiro tempo terminou com vitória Xavante.

A segunda etapa mal começou, e o Brasil quase. Logo aos 3 minutos, Diogo Oliveira fez grande jogada pela esquerda, e rolou para Elias concluir de primeira, e obrigar o goleiro Marcos fazer uma grande defesa.

O Paraná precisava virar o placar. Aos 8 minutos, Robson fez grande jogada, invadiu a área Xavante e chutou para o gol. Leandro Camilo, que acompanhou o meia na jogada, esticou a perna e afastou. Na sequencia, o Brasil ampliou. Aos 9, Weldinho cobrou escanteio, o artilheiro Felipe Garcia subiu mais alto que todo mundo, e mandou de cabeça para o fundo da rede. Brasil 2 a 0!

Com o placar totalmente desfavorável, o técnico tricolor fez duas substituições e mandou o time para o ataque. Porém, a estabilidade defensiva do Brasil não permitia que os donos da casa levassem perigo ao gol de Martini. O Brasil se defendia forte e saía nos contra-ataques.

Aos 28, Ramon cruzou pela esquerda, e Nem cabeceou sozinho para fora. Aos 32, Weldinho avançou pela direita, invadiu a área e cruzou rasteiro para Felipe Garcia. O artilheiro dominou a bola, girou o corpo e chutou. O goleiro Marcos fez grande defesa, e salvou o Paraná.

Os donos da casa começaram a ocupar o campo do Brasil. E quem resolveu apareceu foi a muralha rubro-negra. Aos 35, Robson pegou rebote e mandou uma bomba. Martini fez grande defesa, tirando a bola do ângulo. Dois minutos depois, o ápice: Wedinho fez falta em Lúcio Flávio dentro da área. Pênalti marcado. O próprio Lúcio Flavio foi para a cobrança. Mas no gol Xavante tinha Martini, que saltou para o canto direito, e defendeu a cobrança.

Aos 42, cobrança de falta para a área do Brasil, Lúcio Flávio dominou no peito e chutou no travessão. E no último lance do jogo, aos 45, novamente Lúcio Flávio recebeu na área, chutou forte, Martini desviou e a bola tocou na trave.

E ao apito final do árbitro, o Brasil conquistou a segunda vitória longe de casa na Série B. Agora, todas as atenções se tornam para o próximo adversário, o Atlético Goianiense, na terça (23), às 20h30, no estádio Bento Freitas.

Ficha técnica:

Brasil: Eduardo Martini, Weldinho, Leandro Camilo, Teco, Brock, Leandro Leite, Washington, Diogo Oliveira (Clébson), Felipe Garcia, Elias (Nem) e Ramon (Gustavo Papa). Téc. Rogério Zimmermann.

Paraná: Marcos, Pitty (Claudevan), Leonardo, Alisson, Rafael Carioca, Uchoa, Nadson (Lúcio Flávio), Murilo Rangel, Henrique (Cristian), Robson e Karanga. Téc. Marcelo Martelotte.

Gols: Ramon 25min1T e Felipe Garcia 9min2T (B).

Cartões amarelos: Karanga e Cristian (P).

FOTOS: Jonathan Silva / GEB

Texto de Carlos Insaurriaga

Assessoria de Imprensa GE Brasil


Áudios

 

Melhores momentos do Premiere Futebol Clube

 

 

 









Comentar

Nossos parceiros

?>