Late mais alto que eu tô no G4

Late mais alto que eu tô no G4

Mirando o G4 do Campeonato Brasileiro da Série B, o Brasil entrou em campo para enfrentar o Goiás que vinha com Walter no comando do ataque e fazendo a sua estreia no campeonato. Mas a força do Bento Freitas foi maior e o Brasil venceu a partida por 2 a 1 com gols de Felipe Garcia e Elias.

O JOGO

Uma marca registrada do Brasil jogando em casa nessa Série B é a pressão exercida pelo time nos primeiros minutos de jogo. A marcação é adiantada e no grito da torcida o time vai para cima. Foram poucos jogos em casa em que o Brasil não fez gol antes dos 20 primeiros minutos de jogo. E hoje não foi diferente. Em cobrança de escanteio pelo lado direito, Marlon levantou a bola na área e Felipe Garcia se adiantou ao goleiro Ivan e tocou meio que de ombro para o fundo das redes. Foi o décimo segundo gol de Garcia na Série B, deixando o camisa 7 isolado na artilharia da competição. Após os 20 minutos de jogo, o Goiás equilibrou a partida. Chegou com perigo em um lance de cabeça onde Eduardo Martini fez ótima defesa, no susto. E o equilíbrio foi confirmado com o gol do time goiano. Em cobrança de falta pelo lado direito, Ednei cruzou na área e Leandro Leite, tentando fazer o corte, raspou de leve na bola e ela entrou no canto direito de Eduardo Martini.

E foi no lance do gol do Goiás que uma cena curiosa aconteceu. Enquanto a bola voava em direção à área, um cachorro invadiu o gramado do Bento Freitas e entrou correndo área a dentro. Se ele tivesse feito isso uns 5 segundos antes, talvez não tivéssemos levado o gol. Na tentativa de retirar o cusco do campo, o lateral Juninho do Goiás tomou um baile do bichano que correu atrás dele até ser capturado pelos gandulas do clube.

Na segunda etapa o jogo seguiu equilibrado, com chances para os dois lados. Aos 26 minutos aconteceu o lance que mudou o ritmo da partida. No meio do campo, Washington derrubou o atacante Rossi do Goiás e o juiz apitou a falta. Mas ele deu falta pro Brasil, alegando que Rossi tocou a bola com a mão. Leandro Leite bateu rapidamente passando para Elias. O camisa 9 carregou a bola em direção à área, gingou em frente o zagueiro, puxou para o pé direito e bateu em curva, na gaveta. Um golaço! Elias, que não vinha muito bem na partida, enfim fez o seu primeiro gol com a camisa rubro-negra.

Depois do gol sofrido, o Goiás se jogou pro ataque. Já com Marcão no ataque, ao lado de Walter, o time goiano pressionou o Brasil que escapava com perigo no contra ataque. E em um desses ataques, Ramon foi lançado e saiu cara a cara com Ivan. Na frente do goleiro, Ramon se enrolou com a bola e perdeu o gol. Na sequência da jogada, Ramon levou a bola para a linha de fundo e cruzou para a área onde entrava Elias, livre, leve e solto. Já sem goleiro, e há poucos palmos da linha do gol, Elias bateu embaixo da bola e chutou por cima. INCRÍVEL! Isso eram 38 minutos do segundo tempo. Era fazer o gol e comemorar a vitória. O Goiás ainda tentou o gol de empate até os 49 minutos de jogo na forma do abafa, mas a defesa Xavante seguiu firme até os últimos segundos e garantiu a vitória Xavante.

Com a vitória o Brasil chegou aos 39 pontos e assumiu a vice-liderança da competição. A rodada será finalizada somente no domingo. A próxima partida será contra o Paysandu, em Belém, na próxima sexta-feira, 09/09, às 21:30h.

ANÁLISE DA PARTIDA

O Brasil venceu um time repleto de bons jogadores. Talvez o time do Goiás ainda não tenha encaixado, mas possui ótimos jogadores. Walter já foi artilheiro no próprio Goiás, Daniel Carvalho já jogou na Seleção Brasileira, o volante Adriano, ex-Santos, e o rápido atacante Rossi. E eles incomodaram. Mas o Brasil foi muito competente defensivamente. A ausência de Teco, machucado, não foi tão sentida pois Cirilo fez uma boa partida, marcando Walter de perto. Leandro Camilo foi um monstro na defesa. Talvez o melhor em campo.

Do meio para a frente, Garcia foi muito voluntarioso como sempre. Marcando e puxando os ataques. Ramon não foi tão acionado na partida de hoje. Mas teve duas chances claras para marcar e acabou não fazendo. Na primeira, em rebote do goleiro Ivan, ele pegou muito embaixo da bola e bateu com força uma bola que era no jeito. E a segunda foi muito estranha. Lançado e saindo cara a cara com Ivan, o destro Ramon tentou puxar a bola para o pé esquerdo para finalizar. E foi aí que ele se enrolou e perdeu tempo. É curioso isso. Dos sete gols do Ramon na Série B, salvo engano, cinco foram de perna esquerda. E ele é destro. Mas e o gol que o Elias perdeu? Meu Deus! Ainda bem que não fez falta. Tudo bem que ele fez um golaço e jogou bem. Mas não pode perder um gol daqueles.

Entre gol perdido, cusco no gramado, golaço de Elias e mais um gol de Garcia, realizamos mais um ótimo jogo e contra um grande time. Estamos em uma fase maravilhosa. Fruto de muito trabalho e, principalmente, das convicções do treinador Rogério Zimmermann. Ele é ranzinza, mas conhece MUITO esse time. Consegue sugar coisas boas dos jogadores quando parece que nada mais sairá dali. É um baita treinador.

Seguimos firmes, fortes e na humildade. Avante, Brasil!

Foto: Jonathan Silva

FICHA TÉCNICA

G.E.Brasil: Eduardo Martini, Weldinho, Cirilo, Leandro Camilo, Marlon, Leandro Leite, Washington, Diogo Oliveira (Marcão), Felipe Garcia, Elias (Nathan) e Ramon (Gustavo Papa). Técnico: Rogério Zimmermann.
Goiás: Ivan, Ednei (Marcão), Wesley Matos, Alexandre Matos, Juninho, Adriano (William), Patrick, Leo Sena, Daniel Carvalho (Carlos Eduardo), Rossi e Walter. Técnico: Léo Condé.
Local: Estádio Bento Freitas, Pelotas-RS.
Horário: 19:15h.
Arbitragem: Luiz Flávio de Oliveira, auxiliado por Emerson Augusto de Carvalho e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa.
Gols: Felipe Garcia aos 10′ do 1º tempo e Elias aos 22′ do 2º tempo (GEB); Ednei aos 18′ do 1º tempo (GOI).
Cartões Amarelos: Elias (GEB); Wesley Matos e Rossi (GOI).

ÁUDIOS

*capturados da Rádio Xavante e Rádio Pelotense

VÍDEOS

Compacto Blog Xavante

Melhores Momentos – Imagens PFC









Comentar

Nossos parceiros

?>