A popularidade de Marcelo e seu percurso até a Copa do mundo

Marcelo se estabeleceu como titular do time principal do Real Madrid desde que se juntou aos Los Blancos, em janeiro de 2007. Antes de se mudar para Madrid, ele era um dos jovens mais requisitados do mundo e desde então, tornou-se um dos melhores laterais-esquerdos do futebol.

Apesar de o Real Madrid ter sofrido na La Liga nesta temporada, Marcelo tem sido um dos jogadores com desempenho de destaque no clube. Graças ao seu desempenho de primeira, não é para menos que o povo brasileiro considere que o nome dele deva ser um dos primeiros a estar na escalação dos titulares da seleção brasileira para a Copa do mundo da Rússia.

Uma aposta de futebol para a Copa do mundo de 2018, tem o Brasil avaliado em 9/2, tornando-o favorito juntamente com a campeã Alemanha, que defenderá o título. Se ambas as seleções se enfrentarem na competição, o Brasil espera se vingar da Alemanha depois do encontro na semifinal da Copa do mundo de 2014, quando a Alemanha venceu o anfitrião Brasil por 7 a 1.

Marcelo participou de seis dos sete jogos do Brasil, incluindo a humilhante derrota nas mãos da Alemanha. Depois dessa derrota, Marcelo foi substituído por Maxwell no jogo de disputa pelo 3º lugar contra a Holanda, que o Brasil perdeu por 3 a 0. Nos quatro anos seguintes, Marcelo evoluiu como jogador e vai ser mais do que um trunfo para a seleção nacional dessa vez.

Marcelo Fonte da imagem- Wikimedia Commons

Marcelo Fonte da imagem- Wikimedia Commons

No total, Marcelo participou de 52 jogos pela seleção brasileira e marcou 6 gols. Na Copa do mundo desse ano, ele espera adicionar outras 7 convocações a esses dados, ajudando o time a chegar na final. Com o Real Madrid, ele conquistou 4 títulos da La Liga, 3 Ligas dos campeões e espera acrescentar uma medalha de campeão da Copa do Mundo à sua coleção.

Marcelo espera adicionar uma quarta medalha de campeão da Liga dos campeões depois de os Los Blancos terem dado um grandíssimo passo rumo à semifinal da Liga dos Campeões ao vencerem por 3 a 0 os gigantes italianos do Juventus. Depois de Cristiano Ronaldo ter marcado dois gols, dentre eles uma fantástica bicicleta, Marcelo fez o terceiro gol. Foi o quarto gol dele nesta temporada, em uma jogada bem trabalhada envolvendo Isco e Cristiano Ronaldo.

Graças à sua impressionante forma nesta temporada, quando uma pesquisa feita pelo Globo Esporte perguntou aos torcedores brasileiros quem eles mais gostariam de ver no time titular, Marcelo foi o que recebeu mais votos, tendo um total de cerca de 125.000. Com Neymar fora da lista devido à sua atual lesão, Marcelo conseguiu ficar em um lugar de destaque, na frente de Philippe Coutinho e de Dani Alves.

A Copa do mundo de 2014 foi a primeira experiência de Marcelo em uma Copa do mundo. Ele havia sido nomeado como suplente para a Copa do mundo de 2010, mas na última hora não foi chamado. Em 2012, Marcelo se tornou titular na seleção brasileira sob o comando de Mano Menezes e mesmo depois de Luiz Felipe Scolari ter assumido o time no final de 2012, ele continuou sendo um dos primeiros nomes do time titular.

Quando Marcelo chegou pela primeira vez ao Real Madrid, foi visto como o sucessor natural de Roberto Carlos, tanto no time quanto na seleção, já que ambos gostavam de estar envolvidos com o ataque do jogo, apesar de serem laterais-esquerdos. Desde que Roberto Carlos se aposentou do futebol internacional, depois da Copa do mundo de 2006, até Marcelo finalmente se tornar a primeira opção de lateral-esquerdo do Brasil em 2012, a seleção brasileira experimentou várias alternativas. Essas alternativas foram Alex Sandro, Fábio, André Santos, Michel Bastos, Filipe Luís, Kléber e Gilberto.

Recentemente, Marcelo escolheu os 11 melhores da sua carreira e incluiu os colegas brasileiros Julio Cesar, Dani Alves, Thiago Silva, Roberto Carlos, Casemiro e Neymar. Sergio Ramos, Luka Modric, Mesut Ozil e Cristiano Ronaldo, colegas de Marcelo pelo Real Madrid, também foram escolhidos. Zinédine Zidane foi o último jogador escolhido para sua lista de 11 melhores, apesar de os dois nunca terem jogado juntos. No entanto, Zidane é o atual técnico do Real Madrid, onde Marcelo joga.

Com a Copa do mundo se aproximando, Marcelo vai procurar manter seu bom desempenho em uma tentativa de continuar sendo a primeira escolha de lateral-esquerdo do Brasil. Filipe Luís sofreu uma lesão enquanto jogava a Liga Europa pelo Atlético de Madrid contra o Lokomotiv Moscow e isso dará a Marcelo ainda mais esperança de continuar sendo o lateral-esquerdo titular da seleção. Filipe só voltou aos treinos leves recentemente, depois de uma cirurgia bem-sucedida em uma perna quebrada e apesar de perder todo o restante da temporada pelo seu clube, existe uma pequena chance de ele poder retornar a tempo de participar da Copa do mundo, algo que Marcelo precisará lembrar nos últimos poucos jogos da temporada.

O desempenho dele pelo Real Madrid é uma coisa, mas se ele conseguir fazer algumas exibições fantásticas pelo Brasil na Copa do mundo e ajudar a seleção a vencer o recorde do sexto título de Copa do mundo, ele passará a ser uma lenda na sua pátria.









Comentar

Nossos parceiros

?>