Brasil tem segundo pior aproveitamento entre os clubes da Série B

Brasil tem segundo pior aproveitamento entre os clubes da Série B
Por Marcelo Barboza

Há menos de uma semana da estreia no Campeonato Brasileiro da Série B, o Brasil segue treinando firme em busca de apagar o mau desempenho no Gauchão desse ano. Brigando para não ser rebaixado, o Xavante sofreu o drama da queda até os últimos minutos da sua última partida, contra o Passo Fundo, naquela noite horrorosa de péssimo futebol no Vermelhão da Serra. Foi salvo porque o Ypiranga não venceu o Caxias.

Com esse péssimo início de ano, o Brasil é o segundo time com pior desempenho entre os participantes do Campeonato Brasileiro da Série B desse ano. Em 14 jogos oficiais disputados até agora, somados Campeonato Gaúcho e Copa da Primeira Liga, foram três vitórias, cinco empates e seis derrotas, o que gera um aproveitamento de 33,3% dos pontos disputados. Se o Brasil tivesse repetido esse aproveitamento na Série B do ano passado, teria sido rebaixado.

O pior aproveitamento entre os times da Série B é do Figueirense, que conseguiu apenas 31,8% dos seus pontos e, assim como o Brasil, não foi rebaixado no estadual por apenas um ponto. O Juventude empata com o Brasil em aproveitamento, o time da serra também conquistou apenas 33,3% dos seus pontos disputados, apesar de chegar às quartas de finais do Gauchão.

Abaixo o aproveitamento de todos os times que disputarão a Série B 2017:
(dados computados até 4 de maio)

Ceará – 19 jogos – 71,9%
Luverdense – 21 jogos – 71,4%
Paraná Clube – 22 jogos – 65%
CRB – 25 jogos – 64%
Internacional – 25 jogos – 62,6%
ABC – 30 jogos – 62,2%
Santa Cruz – 22 jogos – 62,1%
Paysandu – 21 jogos – 61,9%
Londrina – 20 jogos – 61,6%
Goiás – 23 jogos – 59,4%
Boa Esporte – 19 jogos – 56,1%
Guarani – 19 jogos – 52,6%
Náutico – 19 jogos – 50,8%
Criciúma – 25 jogos – 48%
Vila Nova – 19 jogos – 47,3%
América-MG – 18 jogos – 46,2%
Oeste – 21 jogos – 33,3%
Juventude – 14 jogos – 33,3%
Brasil – 14 jogos – 33,3%
Figueirense – 22 jogos – 31,8%

O elenco Xavante vem sendo reformulado e mais jogadores devem ser apresentados na última semana antes da estreia. O time base do Gauchão deve sofrer modificações e ser qualificado. O campeonato é outro, o momento é outro. Porém é preciso ter uma assertividade maior nas contratações. Na Série B do ano passado o Brasil fez uma boa campanha, não avançando mais na competição por falta de elenco. Mesmo com o mau planejamento do clube, se formos eficientes nas contratações, poderemos buscar um melhor resultado na Série B desse ano.

Durante a semana faremos uma análise de todos os nossos adversários na Série B.

Foto: Carlos Insaurriaga









Comentar

Nossos parceiros

?>