São Paulo-RG 1×4 G.E.Brasil

Xavante não toma conhecimento do São Paulo e atropela no Aldo Dapuzzo

vs_saopaulo006

Maicom Sapucaia comemorou seu primeiro gol com a camisa do GEB. Foto: Carlos Insaurriaga

Podem chamar do que quiser, baile, massacre, chocolate, passeio, lavada, patrolada… O Brasil não tomou conhecimento do São Paulo, jogando em Rio Grande, e enfiou 4 a 1 na primeira partida da final da Série A-2 2013.

O São Paulo saiu na frente com gol de Fabiano Diniz, na única chance que tiveram na primeira etapa. Depois disso o Brasil tomou conta da partida. Maicom Sapucaia acertou um petardo de fora da área e empatou ainda no primeiro tempo. Na segunda etapa Alex Amado marcou o segundo, Cirilo o terceiro e Willian Kozlowski fechou a goleada. Com a goleada o Brasil pode perder por até dois gols na Baixada, sábado, 20:30h, que será o campeão.

Além do passeio Xavante em Rio Grande, há de se comentar a VÁRZEA que é o Aldo Dapuzzo. Devendo fortunas para a CEEE, o clube riograndino utiliza geradores em seus jogos noturnos. Já antes da partida, os geradores não funcionavam e funcionários do São Paulo penduravam-se em postes tentando solucionar o problema com os famosos gatos. A partida atrasou o seu início devido a falta de energia. Na segunda etapa a luz caiu novamente quando a partida estava 4 a 1 pro Brasil. Seria medo de levar mais? Talvez. Mas assim o árbitro Luiz Teixeira Rocha encerrou a partida antes dos 45 minutos por falta de energia. É lamentável que a Federação Gaúcha de Futebol permita coisas desse gênero. O clube riograndino não tem a mínima condição de sediar um jogo noturno, ainda mais na primeira divisão do campeonato gaúcho. O Sr. Francisco Noveletto, tão amigo dos riograndinos, que dê um jeito nisso. Eu teria vergonha de ter um clube com essa estrutura em minha federação. E a tão falada torcida do São Paulo? Com 20 minutos do segundo tempo já ia embora do estádio. Talvez tenham ido para casa ver o jogo do Internacional na tv.

E o Sr. Alê Menezes hein? Todo provocador, cheio de gracinhas na final do primeiro turno e na noite de ontem. No intervalo, quando estava 1 a 1, disse em entrevista que o São Paulo não era o Avenida, Santo Ângelo e Aimoré, times que o Brasil goleou na competição. Realmente não era. Esses times citados por ele fizeram frente jogando em casa, coisa que o time dele não fez ontem e tomou um chocolate. Vovô Alê, na próxima fica quieto, ok?

Alô Luciano, aquele abraço! Quatro abraços, para ficar mais gentil.

Que venha sábado de uma vez. Quero gritar campeão na orelha dos riograndinos com a Baixada lotada.


FICHA TÉCNICA

São Paulo-RG: Luciano; Caio Gomes (Guilherme), Carlão Farias, Wagner e Locatelli; Carlos Alberto, Diego Borges, Fabiano Diniz e Saraiva; Aylon e Alê Menezes. Técnico: Rudi Machado.
G.E.Brasil: Luiz Muller; Wender, Cirilo, Ricardo Bierhals e Rafael Forster; Leandro Leite, Washington, Maicom Sapucaia (Willian Kozlowski) e Cleiton; Alex Amado e Éder Machado (Gustavo Papa). Técnico: Rogério Zimmermann.
Data: 17 de julho de 2013.
Local: Estádio Aldo Dapuzzo, em Rio Grande (RS).
Horário: 20h10.
Arbitragem: Luis Teixeira Rocha, auxiliado por Marcelo Bertanha Barison e Alexandre Antônio Kleiniche.
Cartões Amarelos: Locatelli, Carlos Alberto, Fabiano Diniz e Alê Menezes (São Paulo); Rafael Forster, Washington, Maicom Sapucaia e Éder Machado (Brasil).
Gols: Fabiano Diniz (São Paulo); Maicom Sapucaia, Cirilo, Alex Amado e Willian Kozlowski (Brasil).


FOTOS


VÍDEO

Os gols da partida. câmera da Assessoria de Imprensa do GEB


ÁUDIOS

*capturados da Rádio Pelotense AM









Nossos parceiros

?>