Gauchão virou várzea

DSCF4359

Parece piada, mas não é. A tabela do Gauchão 2014 foi divulgada ainda em 2013 e desde então o Sport Club São Paulo, da cidade de Rio Grande, sabia que no dia 22 de janeiro de 2014, às 20:30h, enfrentaria o G.E.Brasil em seu estádio. Hoje, 21 de janeiro de 2014, 23:13h, o torcedor do Brasil e do clube riograndino não sabem se o jogo vai ou não acontecer. Toda essa várzea vinda de Rio Grande não é novidade. Quem vive o futebol do interior gaúcho sabe que por lá tudo é feito no grito e nas coxas. Mas a cobertura que a Federação Gaucha de Futebol tem dado ao clube de Rio Grande é uma piada de mau gosto.

Ano passado, na final do primeiro turno da divisão de acesso e na final do campeonato, aconteceu de tudo em Rio Grande. Falta de luz, preço de ingresso abusivo, torcedor Xavante fora do estádio, etc. Então a FGF nada fez e achou tudo normal. Dias antes do São Paulo subir para a primeira divisão, o presidente da FGF pousou de helicóptero no gramado do Aldo Dapuzzo para visitar o clube riograndino. Foi resolver algum problema para acabar com a várzea que eram os jogos no Aldo Dapuzzo? Bem capaz. Foi lá ver os terrenos ao redor do Aldo Dapuzzo pois é sócio de uma incorporadora junto com o presidente do Veranópolis.

A FGF está cagando pro futebol do interior. A várzea que sempre aconteceu na segundona está chegando na série A junto com o time de Rio Grande. Na hora que afetar a dupla de queridinhos da capital talvez a FGF levante a bunda da cadeira.

Tem que ser muito fanático para gostar de futebol no interior do Rio Grande do Sul. É de doer.









Nossos parceiros

?>