Empate em Campinas e liderança isolada

Empate em Campinas e liderança isolada

O Brasil foi à Campinas com o objetivo de manter a liderança do Grupo B do Campeonato Brasileiro da Série C. Objetivo cumprido. Empatou com o Guarani em 2 a 2. Mesmo ficando atrás do placar em duas oportunidades, o Xavante não se entregou e buscou a igualdade do placar.

O Guarani abriu o placar aos cinco minutos do primeiro tempo com Diego Clementino. Em um lance de azar, Wender raspou de cabeça uma bola que estava no pé do Fernando Cardozo. A bola sobrou pro atacante bugrino, sozinho, e o placar estava aberto. Alex Amado teve uma chance de empatar ainda no primeiro tempo mas cabeceou para fora. No retorno pro segundo tempo, o Brasil já mostrava que vinha para o empate. Aos dois minutos Alex Amado recebeu lançamento de Diogo Oliveira e partiu para dentro da área do Guarani deixando dois zagueiros para trás. O baixinho driblou o último zagueiro e na hora de se consagrar deu um bago na bola, chutando por cima do gol. Mas aos três minutos veio o gol. Galiardo arrancou pela direita e passou para Wender, o lateral Xavante colocou a bola na cabeça de Leandrão que apenas raspou de cabeça e guardou. Foi a terceira assistência de Wender no campeonato. O Brasil já comandava as ações da partida quando o lateral-direito Lenon do Guarani levou o segundo cartão amarelo e foi expulso. Parecia que seria questão de tempo a virada Xavante, mas não foi. O árbitro da partida marcou pênalti em uma saída do goleiro Eduardo Martini após cobrança de escanteio. Martini trombou com um jogador do Guarani após tentar socar a bola e o pênalti foi marcado. Fumagali cobrou e marcou. Após a partida o árbitro diz ter marcado um toque de mão de um jogador do Brasil, o que claramente não aconteceu.

Então o Brasil se lançou ao ataque em busca de um novo empate. Galiardo, em cobrança de falta, soltou um petardo e acertou a trave. Um pecado a bola não ter entrado. E aos 39 minutos veio o gol de empate. Xaro cobrou escanteio e Leandrão subiu no segundo andar e marcou de cabeça. Foi o sétimo gol do artilheiro da competição. É impressionante o faro de gol do nosso camisa 9. O homem está impossível. Após o gol, o Brasil manteve o controle do jogo mas não conseguiu o gol da vitória. O empate fora de casa foi um grande resultado, mantivemos a liderança da competição e agora isolados com 16 pontos, contra 15 do Londrina e do Tupi.

A próxima partida é contra o Tupi no Bento Freitas no próximo domingo, às 16 horas. É a última partida do primeiro turno e contra um dos adversários pela classificação. Será um grande jogo.

Que fase estamos vivendo, Xavantada. São oito jogos no campeonato e nenhuma derrota. Temos a defesa menos vazada e o artilheiro da competição. Vamos seguir firmes e fortes, em busca da classificação. Vamo Xavante!

FICHA TÉCNICA

Guarani: Rafael Santos, Lenon, Carpini, Gladstone e Bruno Pacheco; Vitor Faiska, Serginho Catarinense, Allan Dias (Pitty) e Fumagalli, Fernandinho (Erick) e Diego Clementino. Técnico: Paulo Roberto Santos.
G.E.Brasil: Eduardo Martini, Wender, Leandro Camilo, Fernando Cardozo e Xaro; Nunes (Márcio Jonatan), Galiardo, Diogo Oliveira (Márcio Hahn) e Felipe Garcia (Cleiton); Alex Amado e Leandrão. Técnico: Rogério Zimmermann.
Arbitragem: Alinor Silva da Paixão, auxiliado por Marcelo Grando e Marco Antônio de Andrade Motta Júnior.
Cartões amarelos: Lenon (Guarani), Wender e Diogo Oliveira (Brasil).
Cartão vermelho: Lenon (Guarani).
Gols: Diego Clementino aos 5′ do 1T e Fumagali aos 19′ do 2T (Guarani) e Leandrão aos 3′ do 2T e aos 39′ do 2T.
Local: Estádio Brinco de Ouro, em Campinas-SP.

ÁUDIOS
*capturados da Rádio Pelotense AM

VÍDEOS

Melhores Momentos – Esporte Interativo

 

 

TV Globo Campinas

 

 

Os gols gravados da arquibancada

 

 









Nossos parceiros

?>