Conhecemos a primeira derrota no Bento Freitas

Conhecemos a primeira derrota no Bento Freitas

E se foi a invencibilidade do Brasil jogando no estádio Bento Freitas na Série B de 2016. Contra o forte Atlético-GO, o Brasil tentou mas não conseguiu marcar o gol que daria a chance de chegar à vice liderança. Enquanto o Atlético-GO foi cirúrgico e abriu o placar na primeira etapa. Gol esse que deu a vitória ao time goiano.

O JOGO

A expectativa era enorme por parte da torcida Xavante. E não era por acaso. A campanha do Brasil na Série é espetacular. Vindo de dois ótimos jogos, contra Avaí e Paraná Clube, a oportunidade de entrar no G-4 animou o torcedor. Mas o adversário não era qualquer um, era o quarto colocado no campeonato. E isso se provou já no início da partida.

O Brasil partiu para o ataque desde o início, como sempre faz jogando no Bento Freitas. Adiantou a marcação e pressionou o Atlético. Mas o time goiano tem um ótimo toque de bola e começou a armar os contra ataques com perigo. E em um desses, aos 16 minutos de jogo, Magno roubou a bola de Marlon no campo de defesa e o time goiano foi tocando a bola até Magno receber passe dentro da área e tocar de primeira, de três dedos, no canto de Martini. Após o gol sofrido, o Brasil teve maior posse de bola mas não conseguia chegar com perigo ao gol de Klever. Já o Atlético tentava umas escapas no contra ataque mas sem perigo.

Na segunda etapa o Brasil conseguiu criar mais chances de gol. A principal delas foi com Ramon. Diogo Oliveira recebeu no meio de campo e fez belo passe para Felipe Garcia na direita. O artilheiro Xavante cruzou forte e rasante no segundo pau onde entrava Ramon em alta velocidade. Já sem goleiro, o camisa 11 se jogou na bola e ela passou raspando a trave. Incrível. Em cruzamento da direita, Felipe Garcia deu uma bela bicicleta obrigando Klever a fazer uma grande defesa. Ia ser um golaço. O Brasil ainda pressionou até os últimos minutos mas não conseguiu o gol de empate.

Mesmo com a derrota, o Brasil se manteve na quinta colocação com 33 pontos. O Londrina, único que poderia passar o Brasil, perdeu em casa para o Goiás por 1 a 0. O próximo adversário Xavante é o Bragantino, fora de casa, na próxima terça-feira às 21:30h.

ANÁLISE DA PARTIDA

O jogo foi duríssimo. O Atlético-GO fez uma bela partida, mostrando o porque de estar no G-4 desde o inicio da competição. Soube se defender muito bem e saia com muito perigo. O Brasil fez uma boa partida também, mas a eficiência do ataque não foi a mesma das últimas partidas. Mais por mérito do adversário do que erros nossos. Mas nessa partida o treinador Rogério Zimmermann mexeu mal.

Diogo Oliveira saiu para a entrada de Clébson na metade do segundo tempo. Diogo era o único armador do time e pouco pegava na bola. As ligações diretas fizeram com o que meia estivesse apagado na partida. Mas ele é decisivo. Em um dos poucos lances em que a bola chegou, ele conseguiu se livrar da marcação e dar um belo passe para Felipe Garcia e que que quase resultou em gol de Ramon. Clébson tem entrado e todas as partidas e até agora não engrenou. Outra substituição foi a entrada de Gustavo Papa no lugar de Ramon. Com a entrada de Papa, a ligação direta ficou escancarada e pouco o centroavante Xavante ganhou no jogo aéreo. A entrada desses dois jogadores não melhorou em nada a produção ofensiva do time.

Mas como falamos, muito foi mérito do adversário. O jogo foi duro e uma hora ou outra perderíamos em casa, assim como começaríamos a vencer fora de casa. A campanha é ótima e temos que focar no Bragantino. Um jogo por vez.

FICHA TÉCNICA

G.E.Brasil: Martini; Weldinho, Camilo, Teco e Marlon; Leandro Leite, Washington, Felipe Garcia, Diogo Oliveira (Clébson) e Elias (Nathan); Ramon (Gustavo Papa). Técnico: Rogério Zimmermann.
Atlético-GO: Klever; Matheus, Marllon, Lino e Romário; Michel, Pedro Bambu, Magno Cruz (Junior Viçosa), Jorginho (Ricardo Silva) e Gilsinho; Alison (Bruno Barra). Técnico: Marcelo Cabo.
Local: Estádio Bento Freitas, em Pelotas-RS.
Horário: 20:30h.
Gol: Magno Cruz, aos 16′ 1º tempo (ATL).
Cartão amarelo: Marlon (GEB).

VÍDEO

Melhores Momentos – Imagens Premiere FC

ÁUDIO

*capturado da Rádio Xavante









Comentar

Nossos parceiros

?>