Brasil estreia na Copa da Primeira Liga em busca de quebra de tabu

Brasil estreia na Copa da Primeira Liga em busca de quebra de tabu
Por Marcelo Barboza

Na noite dessa quarta-feira o Brasil enfrenta o Internacional no estádio Beira-Rio em partida válida pela primeira rodada da Copa da Primeira Liga. Será a estreia do Brasil em um novo campeonato que tem tudo para ser maior a cada ano que passa. Toda a mídia que a Copa proporciona e os grandes confrontos que o Brasil irá encarar, são conquistas do grande trabalho que o clube vem desenvolvendo nos últimos anos. Nessa quarta, será a chance do rubro-negro quebrar um longo tabu de 20 anos sem vencer o Internacional.

Já são 20 anos, 9 meses e 11 dias sem uma vitória Xavante no confronto. A última foi em 11 de maio de 1996, no Bento Freitas, quando o Brasil venceu o Internacional pelo placar de 1 a 0, gol de Pablo, em partida válida pelo Gauchão daquele ano. O Brasil jogou essa partida com Cássio; Júnior, Sérgio Márcio, Pablo e Marquinhos; Wolni, Dido (Fábio Bagé) e Luizinho; Evandro Brito, Badico e Dario. O treinador era Silva, ex-zagueiro do clube.

O confronto entre os clubes já possui 103 anos, sendo o primeiro em 1913 em partida amistosa no estádio Augusto Simões Lopes, na Estação Férrea, onde o Internacional venceu por 7 a 1.

A primeira vitória Xavante veio acontecer somente em 1941, no quinto confronto entre os clubes na história. O Brasil visitou o Internacional para partida amistosa em 14 de junho daquele ano e venceu pelo placar de 4 a 3, no estádio da Timbaúva, em Porto Alegre. Os gols do Brasil foram marcados por Birilinha (duas vezes), Tatão e Pepito. Brasil entrou em campo com Munheco; Antoninho e Chico Fuleiro; Alvim, Ramón Jesus e Tavares; Birilinha, Pepito, Massinha, Nede e Tatão (Amaral). O treinador era José Francisco Duarte Júnior, o Teté.

Jogando no estádio Beira-Rio, o tabu é ainda maior. A última vitória do Brasil foi em 1984, em partida válida pelo hexagonal final do campeonato gaúcho aquele ano. O Brasil venceu por 1 a 0, gol de Bira, aos 45 minutos do primeiro tempo. O Brasil foi para o jogo naquela ocasião com Noslen; Bastos, Amauri, Hélio e Jorge Batata; Doraci, Márcio e Roberlei; Canhotinho, Bira (Murilo) e Zezinho.

Abaixo você acompanha o retrospecto geral do confronto entre Brasil e Internacional ao longo desses 103 anos. Os dados são do pesquisador Izan Muller, mestre no assunto.

ESTATÍSTICAS DO CONFRONTO

JOGOS: 108
VITÓRIAS DO BRASIL: 17
EMPATES: 24
VITÓRIAS DO INTERNACIONAL: 67
GOLS PRÓ: 77
GOLS CONTRA: 189
SALDO DE GOLS: -112

JOGOS COM MANDO DO BRASIL

JOGOS: 57
VITÓRIAS DO BRASIL: 13
EMPATES: 15
VITÓRIAS DO INTERNACIONAL: 29
GOLS PRÓ: 44
GOLS CONTRA: 86
SALDO DE GOLS: -42

JOGOS COM MANDO DO INTERNACIONAL

JOGOS: 51
VITÓRIAS DO BRASIL: 4
EMPATES: 9
VITÓRIAS DO INTERNACIONAL: 38
GOLS PRÓ: 33
GOLS CONTRA: 103
SALDO DE GOLS: -70

Nos últimos 37 anos foram apenas três vitórias do Brasil em 36 partidas disputadas. Mas não há momento melhor para uma vitória no Beira-Rio como agora. O Internacional vive momento ruim, onde caiu para a Série B do Campeonato Brasileiro e não foi bem na estreia do Gauchão onde empatou com o Veranópolis em 1 a 1.

O Brasil vive um momento de reformulação, onde novos jogadores chegaram e querem mostrar serviço. É hora de tirar essa toca, quebrar esse tabu. O momento é bom. Temos que acreditar e jogar de igual para igual.









Comentar

Nossos parceiros

?>